Tempo São Paulo, SP

JORNAL DO MEIO AMBIENTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

Últimas Notícias

País defende avanços na agenda climática

09/11
14:32 2018

Em reunião internacional, delegações do Brasil, Argentina e Uruguai reiteram compromisso com a ambição para implementação do Acordo de Paris.



O Brasil reiterou o compromisso nacional com a ambição na agenda climática, durante a Conferência da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês), concluída neste domingo (09/09) em Bangkok, na Tailândia. O posicionamento foi defendido pela delegação brasileira em conjunto com Argentina e Uruguai. 



O objetivo é garantir uma conclusão equilibrada do livro de regras para a implementação do Acordo de Paris, pacto mundial para conter o aquecimento do Planeta. A expectativa é que esse conjunto de normas para viabilizar o Acordo seja negociado e aprovado na 24ª Conferência das Partes (COP 24) da UNFCCC, marcada para dezembro, na Polônia.



O secretário de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Thiago Mendes, integrou a delegação brasileira no evento. De acordo com ele, os trabalhos focaram questões ligadas a corte de emissões, adaptação à mudança do clima e meios de implementação, que permitirão a operacionalização do Acordo de Paris. 



O ACORDO



Concluído em 2015, o Acordo de Paris representa um esforço mundial para manter o aumento da temperatura média global bem abaixo de 2°C em relação aos níveis pré-industriais e garantir esforços para limitar o aumento da temperatura a 1.5°C. Na COP 24, em dezembro deste ano, está prevista a conclusão do Programa de Trabalho do Acordo de Paris, também conhecido como o livro de regras que possibilitará a implementação do tratado. 



Nesse processo, cada país apresentou metas próprias para fazer sua parte frente à mudança do clima, as chamadas Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs). A NDC brasileira propõe a redução de 37% das emissões de gases de efeito estufa até 2025, com indicativo de cortar 43% até 2030 – ambos em comparação aos níveis de 2005. Para isso, o país propõe medidas como a restauração florestal e o aumento da participação dos biocombustíveis.

 


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Pará sedia seminário de educação ambiental Leia Mais!
MMA assina acordo para proteger Caatinga, Pampa e Pantanal Leia Mais!
Brasil apresenta avanços em convenção sobre biodiversidade Leia Mais!
PREMIAÇÃO PROJETO REVIVA O ÓLEO 2018 Leia Mais!
Menos desperdício, mais conscientização Leia Mais!
Por ações ligadas ao meio ambiente, Asia Shipping recebe Selo Verde Leia Mais!
Ibama desativa garimpos ilegais em dois parques nacionais no PA Leia Mais!
Fundo Amazônia atinge 1 bilhão em desembolsos Leia Mais!
Iniciativa mostra como aproveitar alimentos Leia Mais!
Oficina: áreas prioritárias para conservação da Mata Atlântica Leia Mais!
MMA promove semana contra desperdício de alimentos Leia Mais!