Tempo São Paulo, SP

JORNAL DO MEIO AMBIENTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

Últimas Notícias

Projeto GEF Mar seleciona bolsistas

07/20
13:56 2018

São 12 vagas, sendo duas para desenvolvimento em tecnologia da informação, nove para apoio científico e uma para apoio técnico-científico



A Fundação de Apoio à Pesquisa (Funape) divulgou a terceira chamada para concessão de bolsas de auxílio e fomento à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico no âmbito do Projeto Áreas Marinhas e Costeiras Protegidas, o GEF Mar.



Os selecionados serão convocados de acordo com o desenvolvimento do projeto GEF Mar, cujas ações são coordenadas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão responsável pela gestão das unidades de conservação federais.



Serão oferecidas 12 bolsas, sendo duas para desenvolvimento em tecnologia da informação e comunicação (TIC), nove para apoio científico e uma para apoio técnico-científico. Interessados em participar têm até o dia 2 de agosto para fazer a inscrição.



Os interessados deverão enviar o currículo em pdf para o email funbio@funape.org.br, colocando o nome e indicando no assunto a vaga pretendida. As informações deverão estar em conformidade com o currículo atualizado e disponível na Plataforma Lattes/CNPq.



Apenas os candidatos às bolsas de apoio científico nível E e F e apoio técnico científico nível II estão isentos de ter currículo disponível na Plataforma Lattes. Esses devem enviar currículo contendo, no mínimo, dados pessoais, atividade atual e formação acadêmica, entre outras coisas.



Cada candidato poderá concorrer a uma única vaga. Caso se inscreva em mais de uma, será automaticamente eliminado do processo seletivo.



Os recursos são provenientes de doação do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (Global Environmental Facility ou GEF, na sigla em inglês), por meio do Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento (Banco Mundial).



GEF Mar



O GEF Mar busca promover a conservação da biodiversidade marinha e costeira. Além do MMA e ICMBio, responsáveis pela coordenação, a iniciativa conta com a parceria de instituições privadas e da sociedade civil.



Os recursos, geridos pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), são para atender às demandas de gestão das unidades de conservação costeiras e marinhas e aquelas relacionadas à conservação de espécies marinhas ameaçadas de extinção.



Os bolsistas deverão realizar atividades relacionadas direta ou indiretamente com as ações do projeto, como elaboração de diagnósticos da fauna brasileira, implementação de planos de ação para espécies ameaçadas, monitoramento da biodiversidade nas unidades de conservação e gestão da informação e conhecimento sobre biodiversidade.



Os candidatos interessados em participar da seleção não podem ser servidores públicos ou ter vínculo empregatício com o serviço público (exceto no caso previsto na Portaria conjunta CAPES/CNPq Nº 1 de 15 de julho de 2010) nem acumularem bolsa de pesquisa.



Clique aqui para ter acesso à íntegra do edital.


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Governo diferenciará desmatamento legal do ilegal Leia Mais!
Perda de alimentos deixa países em alerta Leia Mais!
Mobilização global contra o lixo no mar Leia Mais!
Brasil e Portugal discutem gestão da costa Leia Mais!
Comissão aprova limites da Reserva da Biosfera do Cerrado Leia Mais!
Educação Ambiental oferece 20 mil vagas Leia Mais!
País defende avanços na agenda climática Leia Mais!
Integração para proteger as águas do país Leia Mais!
Em SC, países definem medidas para proteção de baleias Leia Mais!
Encontro discute revitalização de bacias Leia Mais!
Ambientalistas já podem tentar vaga no Conama Leia Mais!