Tempo São Paulo, SP

JORNAL DO MEIO AMBIENTE DO ESTADO DE SÃO PAULO

Últimas Notícias

Desafios para a gestão dos recursos hídricos

06/29
12:04 2018

Ministro substituto destaca, na abertura da 39ª reunião do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, a integração das políticas ambientais.



O Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), realizou, nesta quinta-feira, em Brasília, a sua 39ª Reunião Ordinária. O ministro substituto do Meio Ambiente, Jair Tannús Junior, destacou avanços e desafios na área dos recursos hídricos. "Precisamos avançar na integração das políticas ambientais e de recursos hídricos, compreendendo a água como elemento fundamental para a proteção do meio ambiente e estratégico para o desenvolvimento do país", disse.



O CNRH completa, em novembro, 20 anos de atuação. É composto por representantes dos ministérios e secretarias da Presidência da República com atuação no gerenciamento ou no uso de recursos hídricos; pelos conselhos estaduais da área; por usuários e organizações civis de recursos hídricos.



Na pauta da reunião, itens como a resolução que estabelece diretrizes para a gestão integrada de recursos hídricos superficiais e subterrâneos e a articulação entre a União, os estados e o Distrito Federal. Além da apreciação do parecer originado pelo pedido de vista sobre a nova metodologia de cobrança proposta pelo Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco.



Em sua fala, o ministro substituto fez um balanço do atual mandato (2015-2018) e agradeceu a atuação dos conselheiros titulares e suplentes junto às Câmaras Técnicas do Conselho Nacional. "Assim como as águas, a renovação constante garante a fluidez e a permeabilidade do CNRH por todo o território nacional, abordando questões essenciais para a gestão de um bem essencial à vida do planeta", afirmou.



REALIZAÇÕES



Jair Tannús Júnior destacou ainda a realização, pela primeira vez na América Latina, do Fórum Mundial da Água, em março passado em Brasília, bem como o lançamento de programas e projetos que "abarcam a questão dos recursos hídricos trazendo à luz as oportunidades da retomada de parcerias e do desenvolvimento integrado das questões ambientais".



Segundo ele, as ações de articulação e de planejamento dos recursos hídricos vêm se mostrando cada vez mais fortalecidas, citando como exemplo a criação recente de um novo Comitê Federal, o do Rio Parnaíba, abrangendo parte dos estados do Maranhão, Piauí e Ceará. O ministro substituto também citou o monitoramento do alcance das prioridades do Plano Nacional em vigor; a aprovação de tantos planos de recursos hídricos nas mais diferentes escalas, como a Bacia do Rio Grande e da Região Hidrográfica do Paraguai.





 


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Convenção sobre mercúrio é promulgada Leia Mais!
Acordo reforça proteção na Amazônia Leia Mais!
Emissões do Brasil não justificam otimismo com meta de 2020 Leia Mais!
MMA oferece nove cursos a distância Leia Mais!
Mudança climática trará mais mortes por ondas calor; Brasil preocupa Leia Mais!
Publicadas normas de ordenamento pesqueiro Leia Mais!
Brasil reforça medidas para áreas marinhas Leia Mais!
Aquecimento duplicou chance de onda de calor europeia Leia Mais!
Brasil sedia encontro sobre aves migratórias Leia Mais!
Áreas prioritárias da AM serão atualizadas Leia Mais!
Em pauta, normas para eletroeletrônicos Leia Mais!