Tempo São Paulo, SP

Últimas Notícias

Brasil celebra Dia Mundial das Áreas Úmidas

01/30
12:01 2018

Tema deste ano é a importância desses ecossistemas para o ambiente urbano. Ponto alto das comemorações será na sexta, 2 de fevereiro.



 



Vários eventos vão marcar a passagem do Dia Mundial das Áreas Úmidas, celebrado nesta sexta-feira, 2 de fevereiro. As atividades serão promovidas por órgãos ambientais, entre eles o Ministério do Meio Ambiente (MMA), organizações não governamentais e grupos de ambientalistas em vários locais do país. Confira a programação abaixo.



O objetivo é chamar a atenção da sociedade para o valor ambiental, social e cultural das áreas úmidas, a necessidade de sua proteção e os benefícios que proporcionam às pessoas. O tema deste ano é a “A importância das áreas úmidas para um futuro urbano sustentável”.



A data foi instituída em 2 de fevereiro de 1997 pelo Comitê Permanente da Convenção das Zonas Úmidas de Importância Internacional, também conhecida como Convenção Ramsar, uma referência ao nome da cidade iraniana onde o documento foi assinado em 2 de fevereiro de 1971.



Segundo o Comitê Nacional, áreas úmidas são ecossistemas na interface entre ambientes terrestres e aquáticos, continentais ou costeiros, naturais ou artificiais, permanente ou periodicamente inundados ou com solos encharcados. As águas podem ser doces, salobras ou salgadas, com comunidades de plantas e animais adaptados à sua dinâmica hídrica.  



Guia para Associações, Coordenadores de Eventos e Educadores



Áreas úmidas no meio ambiente - infográfico



Além da zona rural, as áreas úmidas estão nas cidades, nos ambientes urbanos e nos seus arredores e incluem rios, áreas inundáveis, lagos e pântanos, assim como variantes costeiras e marinhas como marismas, manguezais e recifes de coral.



A expansão das cidades faz com que a demanda por terras afete diretamente as áreas úmidas, que acabam sendo degradadas e ocupadas por construções. Foi exatamente essa preocupação que levou a Convenção de Ramsar a escolher o ambiente urbano como tema deste ano do Dia Mundial das Áreas Úmidas.



“As comemorações são uma oportunidade para divulgarmos a necessidade de conservar as áreas úmidas, enfatizando o seu uso sustentável. Neste ano, vamos destacar a relação dessas áreas com o ambiente urbano, os serviços ambientais que elas fornecem às cidades, como, por exemplo, o abastecimento d´água”, diz o analista ambiental Maurício Pompeu, da Secretaria de Biodiversidade do MMA. A Secretaria é a referência no Brasil da Convenção de Ramsar.



No Parque Nacional Marinho de Abrolhos (BA), considerado sítio Ramsar e administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão do MMA, as festividades vão marcar, também, o Ano Internacional dos Recifes de Coral. Veja, a seguir, os eventos já confirmados nos sítios Ramsar e em outras áreas úmidas no Brasil.



Sítio Ramsar RPPN Sesc Pantanal (MT)



31/1 a 2/2 de 14h às 18 h Espaço Fábrica no SESC Poconé



Oficina de miniaturas e Maquetes



Público-alvo: professores e artistas de Poconé, São Pedro de Joselânida e região



Telefone: (65) 3688-2000



20 vagas



Hall Sesc Poconé (MT)



2 a 28/2, no hall



8h às 18h



Exposição de maquetes e painéis sobre áreas úmidas e o ambiente urbano.



Telefone: (65) 3688-2000



Hall Sesc Poconé (MT)



2/2, 18h às 20h



Debate sobre Áreas úmidas para um futuro urbano sustentável com a professora Cátia Nunes



Lançamento do Livro Marcos Referenciais para a Lei Federal do Pantanal e gestão de Outras áreas úmidas - autoria de Cátia Nunes, Erica Cezarine de Arruda e Wolfgang Junk.



Abertura da exposição da Campanha do Dia Mundial das Áreas Úmidas.



Público Alvo: escolas universidade, poder público.



Telefone: (65) 3688-2000



Parque Nacional Marinho de Abrolhos - Sítio Ramsar



2/2, 16h, na sede do parque em Caravelas (BA).



Coquetel de encerramento do curso para dive master (mergulhadores).



Evento do Dia Mundial das Áreas Úmidas e Ano Internacional dos Recifes de Coral - Informações 073 32972258.



Parque Estadual da Ilha do Cardoso - Ilha do Cardoso -SP



Atividades com visitantes sobre manguezal e recifes de coral.



2/2, na sede do parque.



Organização: Associação dos Monitores Ambientais de Cananéia/Unesp Registro.



Informações: 013 38511212.



Atividades com visitantes na cachoeira do Mandira



2/2, em Cananéia (SP)



Organização: Associação dos Monitores Ambientais de Cananéia/Unesp Registro.



Informações: 013 38511212



Por: Elmano Augusto, com informações da Secretaria de Biodiversidade do MMA.


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Ministro anuncia investimentos para Parque do Pau Brasil Leia Mais!
Especialistas debatem gerenciamento costeiro Leia Mais!
Brasil e Argentina firmam cooperação para segurança química Leia Mais!
Encontro discute regiões hidrográficas do Sul Leia Mais!
Aprovada resolução para manejo de fauna silvestre e exótica Leia Mais!
Ação brasileira contribui para combate à mudança do clima Leia Mais!
Mais recursos para revitalizar a região do Velho Chico Leia Mais!
Operação resgata 118,5 mil peixes de lagoas ameaçadas Leia Mais!
R$ 228 milhões para expandir energias renováveis Leia Mais!
Desafios para a gestão dos recursos hídricos no país Leia Mais!
Interáguas fortalece gestão das águas Leia Mais!