Tempo São Paulo, SP

Últimas Notícias

GEF-Mar apoia nova área em Pernambuco

01/29
12:51 2018

Projeto promove a conservação da biodiversidade marinha e costeira com apoio das comunidades locais. APA de Guadalupe receberá R$ 1 milhão.



O projeto será implementado pelo governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH).



Para o secretário em exercício de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Carlos André Cavalcanti, os recursos do Projeto GEF-Mar serão fundamentais para que Pernambuco e o Brasil possam cumprir a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB). “Por meio do apoio às comunidades envolvidas e no engajamento do conselho gestor da UC é que será possível aprimorar a gestão ambiental”, ressaltou.



SUSTENTABILIDADE



De acordo com o plano de trabalho aprovado, o Projeto GEF-Mar garantirá a aquisição de bens e contratação de serviços e obras para a APA de Guadalupe. Serão apoiados sistemas produtivos sustentáveis, como a elaboração de diagnóstico e implantação de Arranjos Produtivos Locais (APLs) no Assentamento Rural Amaraji, no município de rio Formoso, beneficiando cerca de 455 pessoas da comunidade.



Amaraji é formada por 91 famílias do assentamento da reforma agrária reconhecido pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em 1997 e está inserida na região da APA que abrange também os municípios de Tamandaré, Sirinhaém e Barreiros. Para a seleção dos arranjos produtivos, será realizado um diagnóstico participativo que permita aos produtores locais indicarem, entre as atividades já realizadas pelos agricultores familiares, qual delas deverá ser transformada em arranjo e contemplada com a elaboração de um plano de negócio. A comunidade produz cultura orgânica de hortaliças e apicultura.



A implantação do GEF-Mar na APA Gudalupe será supervisionada pelo MMA e pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), responsável pela execução financeira do projeto. A Secretaria Estadual de Meio Ambiente do estado poderá propor adequações e melhorias nos arranjos produtivos.



APA DE GUADALUPE



A APA de Guadalupe foi criada pelo Decreto Estadual n° 19.635, de 13 de março de 1997, e abrange os municípios de Sirinhaém, Rio Formoso, Tamandaré e Barreiros. Está inserida na mesorregião da Mata Pernambucana, na zona costeira do litoral sul. Possui uma área total continental e marinha de 44.255 hectares e tem como objetivos proteger e conservar os sistemas naturais essenciais à biodiversidade, especialmente os recursos hídricos, visando à melhoria da qualidade de vida da população local, à proteção dos ecossistemas e ao desenvolvimento sustentável.



A APA teve o seu Plano de Manejo aprovado no final de 2017 pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente de Pernambuco (Consema/PE). O documento estabelece o zoneamento e as normas de uso, além do uso dos recursos naturais da UC, de acordo com os seus objetivos principais.



 


Fonte: Portal MMA

 

 

Comentários (0)

Escreva um comentário





Comentários


Mais Notícias

Ministro anuncia investimentos para Parque do Pau Brasil Leia Mais!
Especialistas debatem gerenciamento costeiro Leia Mais!
Brasil e Argentina firmam cooperação para segurança química Leia Mais!
Encontro discute regiões hidrográficas do Sul Leia Mais!
Aprovada resolução para manejo de fauna silvestre e exótica Leia Mais!
Ação brasileira contribui para combate à mudança do clima Leia Mais!
Mais recursos para revitalizar a região do Velho Chico Leia Mais!
Operação resgata 118,5 mil peixes de lagoas ameaçadas Leia Mais!
R$ 228 milhões para expandir energias renováveis Leia Mais!
Desafios para a gestão dos recursos hídricos no país Leia Mais!
Interáguas fortalece gestão das águas Leia Mais!